A obra de arte perfeita

Publicado: 11 dezembro, 2010 por Du! em Posts do Du

Há um bom tempo atrás me foi perguntado quais eram meus defeitos, e relembrando desta cena entrei em um momento de reflexão. Ano passado aprendi a vender meu peixe, a iluminar por holofotes as minhas “qualidades”. mascarando e escondendo assim meus “defeitos”.

Não estou falando de físico, mas de personalidade. A conclusão que cheguei é que não tenho defeitos, o que eu tenho é personalidade. Quando se fala sobre uma rua defeituosa nos vem a cabeça uma estrada esburacada, um diamante defeituoso é um diamante não polido, mas a personalidade não se pode ser comparada com uma estrada e nem com um diamante, mas sim com uma obra de arte perfeita, cada uma é diferente da outra, e sempre dá para fazer mudanças.

A obra de arte perfeita não tem imperfeições, não tem defeitos, tem quem goste e quem não goste. Se todas as obras de arte fossem iguais, mas uma estivesse diferente, então esta deve estar defeituosa, mas obras de arte são feitas para serem diferentes, personalidades são diferentes, elas não podem ter imperfeições, podem apenas ter destaques e peculiaridades, da qual a deixa mais bonita ou mais feia dependendo dos olhos de quem vê. Cada critica é diferente dependendo de quem observa… eu particularmente nunca gostei de Picasso, mas tem quem goste… nem por isso eu posso falar que sua obra tem imperfeições, até porque no meu olho é uma única imperfeição, frameada com madeira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s